Liberdade assistida

Paulinho, com 5 anos, precisou acompanhar o pai em um dia de trabalho no escritório. Mesmo com algumas tentativas de entretenimento oferecidas pelos colegas do pai, ele ficou entediado, e resolveu riscar as paredes da sala.

Após uma bronca das grandes, Paulinho ficou muito bravo e declarou:

– Vou fugir de casa! 

Decidido, pegou sua mochilinha e foi em direção à porta. Mas, antes de sair, completou:

– Você me leva, papai?

Tênis poderoso

Luca, com 5 anos e 4 meses, quando ganha um tênis novo, gosta de perguntar:
– Qual o poder desse tênis? Correr muito rápido? Saltar muito alto?
Dia desses, ele ganhou um novo calçado de seu pai e, portanto, quis saber:
– Qual o poder deste tênis?

– De andar longas distâncias sem se cansar! – respondeu o pai orgulhoso.

Mas Luca precisou completar:

– Acho que ele tem também o poder de ser um pouco feio.

Diversas do Gael 3

Gael agora está com 2 anos e 10 meses e fazia tempo que não aparecia aqui no blog. Mas isso não quer dizer que ele tenha parado sua incessante produção de pérolas :). Aqui as últimas amostras produzidas no segundo semestre de 2013 e agora no início de 2014:

Refletindo sobre irmãos
– Gael, você quer um irmãozinho? – brinca sua mãe.
– Eu quéo! Um neném? – anima-se Gael.
– É, um nenenzinho pequenininho, bem bonitinho. Você quer?
Quéo!
– Você vai cuidar dele?
.
– Você vai deixar ele brincar com seus brinquedos?
Ãhn?
– Você vai deixar ele brincar com suas coisas, com seus carrinhos, com sua bola?
– Aaaaahhh, não, não quéo imãozío mais!


Pintando
 

Tabe, daquela vez? Eu pintei! – conta Gael.
– Você gosta de pintar? – pergunta seu tio.
– Eu góto!
– E o que você pintou?
– Ah, o papel! 

Com um paladar aguçado

Quéo comê um tizolo!
– O quê, filho?
– Um tizolo!
– Um tijolo???
– Nããão! Aquele de a-ôz com môio!
– Ah, tá, um risoto!
– É, isso, é itôto na vidádi!



Refletindo sobre peixes 

– Mãe, o pêsse picisa de asa, né?
– Não filho, é nadadeira!
Pu quê é nadadeia?
– Pra nadar, filho… quem precisa de asa é o passarinho, pra voar, não é?
– Ma o pêsse já tem nadadeia, agóa ele picisa de asa!

(É, pensando bem…)

Mamando
– Esse mamá é meeeeu! – declara Gael.

– Não, ele é meu! – corrige sua mãe.
Ma o biquinho dele é meu!


No playground

– O que é aquio? – pergunta Gael.
– É um escorregador. – responde sua mãe.
– Posso icoegá?
– Pode! Mas você vai sozinho?
– Não, eu bunda móni!



Na piscina

E finalmente, ele entrou na piscina. E então proclamou:
– Não bunda móni mais.
 
 Com sede e sem brincadeira

Quéo suco di uva! – pede Gael.
– De novo? Sério? – responde sua mãe.
Umhum.

Mas ela estava distraída e esqueceu de atender o pedido. Então, depois de três minutos, Gael volta com um pedido mais claro:

– Mamãe, quéo suco di uva séio!

Gael Quintana
– Gael, o Papai Noel é novo?
– Nãããão! Ele é estagado!
– E você? Você é véio ou novinho?
– Eu sou passaínho!