O que come uma irmãzinha?

Pedro tem dois anos e sua mãe está grávida pela segunda vez. Dessa vez, ela terá uma menina e Pedro está empenhado em conhecer os gostos da irmã.


No café da manhã, ele pergunta:

– Mamãe, a irmãzinha quer o meu pãozinho?


– Não, filho, ela não come pão…

– Não? O que a irmãzinha come?

– Ela não come comida ainda, ela é muito pequenininha e…

 – Ah, a irmãzinha só come ração?

Ioiô

Com três anos, Vaninha estava brincando com um ioiô japonês, aquele que é um papel encerado e enrolado em um palito e que só se mantém assim enrolado se for preso por um elástico, pois a qualquer movimento ele se desenrola e forma um canudo.
Depois de esticar várias vezes o ioiô, enrolou no palito para guardar, mas o rolinho de papel não parava firme porque ela não tinha nada com que prender. Depois de várias tentativas, reclamou:
– Ô mãããããe, o meu ioiô só tá cochichando.
– Cochichando Vaninha? Você sabe o que é cochichar?
– Sei! Quem cochicha o rabo espicha!

Metrô delícia!

Cora, com dois anos, estava tomando café da manhã e observando atenta uma conversa, quando sua mãe comentou:

– Daí, Fulana, é só descer na estação Brigadeiro e…

E a pequena arregalou os olhos, fez carinha de marota e logo acrescentou:

Bigadeio! Eu tumi, mãe!