Cabelo

A Cris, tia da Lucia, passava por uma daquelas fases em que sentia que precisava mudar tudo e começou, claro, pelo corte de cabelo. Radical, transformou os longos cabelos de bailarina em um corte “joãozinho”. 
Alguns dias depois, viajou para a casa da irmã e, como chegou de madrugada, para não acordar os sobrinhos, passou o restinho da noite no sofá da sala. 
Quando amanheceu, a Lúcia, com uns 3 anos, acordou e correu para a sala, já anunciando:
– A tia “Quis” chegou! A tia “Quis” chegou!
Tia Cris, então, abriu os olhos e viu que a sobrinha estava passando as mãozinhas no seu cabelo, com uma cara de “solidariedade total”. E antes de conseguir falar bom dia, ela escuta:
– Tia, fecha o olho e dorme que o cabelo cresce de novo…

Mais Lua

Theo, 3 anos e 10 meses, tagarelando sobre planetas e satélites e olhando a Lua Cheia com a mamãe:

– Olha um planeta!

– Parece planeta, né? Mas é a Lua, filho.

– Mas ela tá assim redonda, que nem um planeta, é um planeta! A Lua é assim com um risquinho (desenha uma Lua Crescente com a mãozinha).

– A Lua tem várias fases, Theo: essa do risquinho é a Lua Crescente, essa redonda é a Cheia…

– Ah, sei, e também a Lua Linguante, né?

Natação lusitana

Amanda, 3 anos indo pra para natação:
– Vamos filha…. Estamos atrasadas…. Olha lá seus amigos já se aquecendo para a aula de natação!
– Mamãe tá frio lá na natação?
– Não filha, a água da piscina é quentinha.
– Então, mamãe, por que meus amigos estão se aquecendo?

Theo, 5 anos e 8 meses, querendo fazer natação:

– Mãe, quando eu vou poder nadar no clube?

– Primeiro a gente precisa pagar a associação, depois você faz o exame médico e aí pode nadar.

– Pra que exame médico?

– Pra ver se tá tudo bem, se não tem frieira… mas você não tem agora, vai poder nadar.

– Ah não, eu tenho sim! Eu tenho muito frio na piscina!! Como faz pra parar com a frieira???

natacaoimagem: pixabay.com

Palavras…

Theo, com 3 anos e 10 meses, desvendando o “mistério” das palavras:

 Falando sobre aquele eletrodoméstico que nos ajuda a fazer sucos e panquecas:
– O liquidificador é o liquido-e-fica-a-dor, entendeu?

Falando sobre aquele eletrodoméstico que nos ajuda a limpar a casa:
– E o aspirador aspira-a-dor!

Ajudando o pai a instalar uma prateleira:
– Vou pegar o paraconfuso!

Theo no hotel

No final de 2013, Theo (4 anos e 5 meses)  viajou com sua família para um hotel fazenda. Chegando lá, ele foi apresentado aos “tios” que faziam muitas brincadeiras com as crianças. 
No dia seguinte, Theo chegou no quarto com uma grande revelação:
– Pai, sabe de uma coisa?
– O quê?
– Eu vi que os tios na verdade são monitores!
Um pouco mais tarde, quando seu irmãozinho reclamava para passar o filtro solar, ele explicou:
– Ian, para de reclamar, tem que passar o protetor. É o protetor que protetora a gente.

E, durante um passeio com os cavalos, Theo descobre que o cavalo de sua mãe chama-se “Sensação”.

– Mãe, o Sensação é macho, né?
– É, o moço disse que é, lembra?
– É, né, porque se fosse fêmea tinha que chamar Sensaçona!