Apresentação

A ideia de escrever histórias infantis para adultos surgiu quando eu estava em um avião, em julho de 2007, lendo Conversas C/P, a reprodução de um caderno onde a escritora Clarice Lispector registrava os diálogos com seus filhos, Pedro e Paulo, enquanto ainda eram crianças.

A leitura me fez relembrar inúmeros diálogos que vivenciei tanto no trabalho com a educação infantil como nas brincadeiras com filhos de amigos, além de histórias muito divertidas que me foram contadas em outras ocasiões.

Desde criança eu gosto de ouvir crianças… Com encanto percebo a inocência, a incansável motivação para descobrir e conhecer o mundo. E acredito que os diálogos mais corriqueiros do cotidiano são lindos momentos onde transparece a criatividade infantil. Assim como Clarice fazia e outras mães ainda fazem com suas anotações, gosto de observar a relação inocente e liberta que meninos e meninas mantêm com a linguagem e, antes disso, com a vida.

Por três anos, registrei uma série de diálogos e, a partir de 2009, enriqueci meu olhar com a experiência da maternidade. Em 2010, resolvi publicar o material reunido em um blog para facilitar a troca com amigos que curtiam ouvir as “conversas” e passei, então, a receber novas contribuições via web.

Sempre gosto de esclarecer que, em cada registro, as falas das crianças nunca são alteradas e toda espontaneidade é preservada.

O envio de histórias é feito por aqui e peço que especifiquem o primeiro nome e a idade de quem participa do diálogo.

Textos já enviados podem ser encontrados aqui no blog (na lista de “marcadores”, pelo nome da criança) e em publicações impressas. Caso não autorize a publicação impressa das hitórias enviadas, favor especificar na mensagem.

Bom divertimento!

Maíra Scombatti

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *