Anel mágico

A Maíra, minha xará, tinha três anos e estava indo para a casa dos avós, quando ganhou um anelzinho regulável de sua mãe. Encantada com a novidade, a pequena achou o máximo controlar o tamanho do anel. 
 
E, assim que chegou na casa dos avós, ela fez questão de explicar:
 
– Vovô, olha que legal esse anel que minha mãe me deu! Ele nui e diminui!

Diversas do Theo 6

Theo, com 4 anos e 2 meses, ficou inspirado semana passada e contribuiu bastante para o blog:
No final de uma tarde, fazendo bolo de cenoura:
– Agora vou colocar o fermento… (pausa)… Olha, o fermento é o aniversário do bolo!
– Por que, Theo?
– Porque ele faz o bolo crescer!


Em um momento antes de dormir:
– Ô mãe, quando eu crescer eu quero ser tudo, tá bom?

E no dia seguinte no carro, no meio de uma conversa com o pai:
– … e como é a sua mãe? – pergunta Mauricio.
E depois de uma breve pausa, Theo responde:
– Ela é legal, é grande e é muito gostadora das pessoas.

Diversas do Vitor

Vitor  tem 3 anos e gosta muito de conversar com sua mãe:
Sobre fogos de artifício
– Mamãe, tem fogos lá fora. Eu seguro a sua mão pra você não ficar com medo.
– Ô, lindinho, obrigada, Vi! – responde a mãe, emocionada.
– Agora, a gente tem que conversar com o papai do céu, pra ELE tirar os fogos da nossa vida. Sabe como? Ele sempre faz umas magiquinhas…
Férias e saudades
– E aí Vião, tá gostando das férias?
– Tô sim, mamãe, tá muito legal. Mas falta uma coisinha.
– O quê?
– Você!!
 
Futebol
– Mamãe, nós vamos torcer para o azul ou para o brantu?
– O Corinthians é o branco e o Santos é o azul.
– Ah, então, o brantu vai ganhar e o azul é mau, né, mamãe?

Máquinas na pista
Sua mãe, com cara de quem vai ensinar mais uma:
– Vitor, olha aquele trator, que grande!
Ele, com cara de que a mãe está desatualizada:
– Não é trator aquilo mamãe, é guindaste!

Super herói
– Mamãe, você pega a minha fantasia de super-homem pra eu salvar todo mundo?

Mamãe Alien

– Mamãe, meu xixi é amarelo, né? E o seu? É verde?

Dentes permanentes

Theo C. já é um rapaz, mas quando tinha 5 anos e pouco, quis saber:

– Mãe, depois que cai o dente, aí nascem os dentes permissivos, né?

Sua irmã, Lia, logo mais fará 6 anos. Ela acabou de perder seu primeiro dentinho e curiosamente também observou:

– Mãe, agora vai nascer o meu dente persistente, né?

Super poderes

Foi a primeira vez que Sofia, de dois anos e meio, viajou de avião. Antes do embarque, sua irmã mais velha, Mariana, finalmente concordou em explicar-lhe tudo sobre as “meninas super poderosas”: Florzinha, Docinho e Lindinha, não necessariamente nesta mesma ordem.
Sofia, muito feliz pelo novo aprendizado, concluiu, então, que ela também tinha super poderes. E foi do saguão do aeroporto até a entrada no avião dizendo em alto e bom som:
– Eu sou “podelosa”! Eu sou muito “podelosa”!!!
No momento da decolagem, sua mãe estranhou o súbito silencio que se instaurou, de repente. Durante praticamente todo o vôo, Sofia manteve-se quieta e atenta a tudo que acontecia.
No momento de retirar as bagagens, já em solo estrangeiro, a mãe de Sofia percebeu um semblante tristinho e perguntou:
– O que foi filha?
– Ah, mamãe, eu não sou muito “podelosa”, não…
– Não? E por quê?
– Porque eu não tenho “zazas”…

Vestido Fashion

A mãe da Julia tinha uma festa para ir e permitiu-se uma extravagância naquele mês: comprou um vestido digno de premiação do Oscar.
– Olha, filha, que lindo o vestido que a mamãe comprou!
Julinha concordou, mas não demonstrou muito interesse, estava mais entretida com a sua brincadeira de recortar bonequinhas de papel.
Já no inicio da noite, sua mãe estranhou o prolongado silencio da casa e achou melhor ir ver como estava a filha.
– Ju, o que você esta fazendo, amor?
– Brincando de recortar, mamãe.
– Ainda, filha? Nossa, você gostou mesmo desse negocio de recortar bonequinhas, hein?
– Não, mamãe, agora eu estou brincando de costureira. Olha só os bolsos que eu recortei no seu vestido! Agora ele ficou muito mais lindo!!

Benjamim doce passarinho

Benjamim é irmão mais novo do Miguel e recentemente começou a nos presentear com suas reflexões também:

No carro com a família, ouvindo uma música da cantora Tiê, que fala do nome dela.
Sua mãe pergunta:

– Você queria ter nome de passarinho, filho?

E ele, inspirado, responde:

– Mas eu tenho nome de passarinho! Nome de amor, de passarinho, de aleguia